Retire a pedra de tropeço

Retire a pedra de tropeço
Se o teu olho te escandalizar,arranca-o e lança para longe de ti.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Criacionismo vs Evolucionismo




Criacionismo vs Evolucionismo
Por Gleysson Salles

Primeiramente gostaria de deixar claro que não tenho a intenção de atacar nem pessoas nem fatos, escrevo com o objetivo de alcançarmos a verdade. Ouso solicitar que a mídia se digne a fornecer o mesmo espaço para ambas as partes, tanto para a evolução como para as idéias contrárias a esta, haja vista, ser um assunto polêmico e controverso aonde todos deveriam conhecer ambas as abordagens existentes e não somente uma, sendo estas abordagens reais e bem fundamentadas.

Esclareço ainda que este artigo apresenta pesquisa feita pelo autor em diversas fontes e que o que está apresentado neste documento represente (na visão de seu autor) a verdade fundamentada com evidências científicas, históricas e religiosas, sendo esta passível de contestação a qualquer momento, desde que apresente-se evidências contrárias.


Refutação a Matéria da Revista VEJA

Inicio minha abordagem citando e comentando alguns trechos da matéria publicada na Revista Veja, cujo título é: “A Darwim o que é de Darwin...” Edição nº 2099 de 11 de Fevereiro de 2009.

Os autores da matéria na revista Veja provaram que fizeram uma boa pesquisa histórica, porém na área científica deixam MUITO a desejar, com muitas assertivas sem bases lógico - cientificas.

Primeiramente gostaria de comentar algumas afirmações da matéria: “...sob a ótica da ciência, área em que seu trabalho é plenamente aceito e celebrado...” entre os cientistas, não se pode afirmar que o trabalho de Darwin seja plenamente aceito e celebrado, pois a idéia do pleno impede que hajam discordâncias, as quais não são poucas entre a atual comunidade científica e isto é fato em todo o mundo.

Outra passagem que desejo comentar: “Sem a teoria da evolução, a moderna biologia, incluindo a medicina e a biotecnologia, simplesmente não faria sentido.” Vejo que a palavra MEDICINA não cabe neste texto porque afirmar que a medicina não faria sentido sem a evolução é uma assertiva desconexa, uma vez que a medicina (criada muito antes da idéia de evolução) não possui ligações dependentes em relação a evolução, portanto o sentido da medicina impera de forma independente da evolução. Vale lembrar que a moderna biologia e a biotecnologia andam de braços dados com a genética que refuta completamente a evolução.

Outro fator importantíssimo, é que, na biologia existe a afirmativa de que “os caracteres adquiridos não são hereditários” , ou seja, a genética não atende os fatores impostos aos seres pelo meio em que vivem, isto não se propaga e, esta afirmativa científica contradiz o teor evolucionista em si, que apresenta a evolução como o desenvolvimento dos organismos, característica esta que se transmite de geração em geração. (Infelizmente para os evolucionistas a Seleção Natural não explica a pseudo-hereditariedade das mutações).

Mais um fragmento do texto que gostaria de analisar “...como a teoria da relatividade, de Albert Einstein, não suscitam tanta desconfiança e hostilidade.” Nesta frase a revista compara a teoria da relatividade de Einstein com a teoria da evolução em relação a desconfiança e hostilidade gerada contra a teoria da evolução. Só esqueceram de dizer que a teoria da relatividade de Einstein foi apresentada de maneira comprobatória com argumentativas físicas e matemáticas através de cálculos bem fundamentados, o que não ocorreu com a teoria da evolução, portanto a afirmativa foi inoportuna.

Mais uma “...a rejeição à teoria da evolução seria uma forma de compensar o "rebaixamento" da espécie humana contido nas idéias de Copérnico e Darwin.” Outro ponto é que Nicolau Copérnico nunca demonstrou idéias sobre o “rebaixamento” da espécie humana que tivesse qualquer relação direta ou indireta com a evolução ou, sequer, idéias evolucionistas. A questão de citar nomes importantes da história mundial incita o leitor destreinado a concordar com o texto. A iniciativa é útil e interessante, porém funciona mais enfaticamente com pessoas que não estão muito acostumadas com o conhecimento.

 Outra “...a teoria é uma síntese de um vasto campo de conhecimentos formado por hipóteses que foram testadas e comprovadas por leis e fatos científicos.” Neste ponto eu posso afirmar então que a “teoria da evolução” nem sequer pode ser chamada de teoria, uma vez que, segundo a afirmativa acima, a evolução deveria ser testada e comprovada por leis e fatos científicos, e sabemos que a evolução não possui comprovações de leis científicas, nem mesmo pode ser testada pois o processo é lento demais para testes. Mais abaixo apresento argumentos científicos de que a evolução nem sequer (aos olhos da própria ciência) é uma teoria.

Por fim “O fato é que a luta dos criacionistas contra Darwin nada tem de científica.” Outra afirmação desencontrada, os criacionistas se aprofundam cada vez mais em estudos científicos para provar que o evolucionismo é um enorme engodo filosófico e que nada tem de ciência. Esta afirmativa será afastada conforme apresentação que inicio abaixo.

 Polêmica Científico - Religiosa

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a contraposição ao evolucionismo não se trata de um embate especificamente religioso ou proveniente de um radicalismo teológico irracional, haja vista que a própria ciência desmente a evolução em diversas áreas (preste atenção, vou provar).

Apresento uma abordagem diametralmente oposta a evolução e a favor da criação, argumentando com fatos científicos e fazendo, de igual forma uma análise teológica em cima do que for afirmado.


Elementos Essenciais para a Vida

Segundo Darwin os elementos químicos essenciais para a vida, Hidrogênio, Oxigênio, Carbono e Nitrogênio estavam presentes no início (anterior à origem das espécies), faltando apenas um meio de combiná-los para que então, a vida pudesse ser iniciada. Entende-se que talvez a energia necessária para esta combinação teria vindo de um raio. Cita que esta energia provinda de uma descarga elétrica teria combinado corretamente estes quatro elementos químicos essenciais em sucessivas repetições formando o coacervado (uma sopa primordial), de onde os primeiros organismos auto-reprodutivos teriam saído. Em 1953 Stanley Miler misturou água, metano, amônia e hidrogênio para simular a atmosfera da terra primitiva. Utilizando a eletricidade, Miler tentou produzir o mesmo coacervado (sopa primordial) e sua experiência não deu certo, não alcançou seu objetivo. 50 anos depois a maioria dos cientistas deixaram esta abordagem de lado em razão de outras teorias alternativas.

Michael Ruse, um cientista Darwiniano reconhecido, quando questionado sobre a forma pela qual passamos de um mundo inorgânico para um mundo celular, afirma que existe ume teoria popular que afirma a possibilidade da vida ter iniciado a partir de cristais, de moléculas carregadas juntas a partir da formação de cristais teriam dado origem a formas de vida mais complexas e que, com as mutações dos cristais as formas de vida estariam submetidas a Seleção Natural. Questionado novamente como estas moléculas iniciais surgiram Ruse permaneceu na mesma abordagem sem fundamento sobre os cristais dizendo que a teoria dos cristais é apenas uma das hipóteses e, ainda assim não apresentou nenhuma outra.

Sabemos, através da biologia molecular e genética moderna que a evolução Darwiniana é impossível por vários fatores. Para que uma vida funcional mínima tenha origem, é necessário haver pelo menos 250 proteínas no mínimo e, os cientistas que estudam biologia molecular consideram impraticável que a vida tenha surgido num processo passo-a-passo como demonstra do Darwinismo. Calcula-se que a probabilidade da vida ocorrer como descrita nas teorias da evolução é 1 (uma) em 1 Trilhão elevado a 15ª potência, ou seja, nula, nenhuma, zero.

Foi colocada a questão da origem da vida para o ganhador do prêmio nobel de ciência, Dr. Francis Crick que afirmou que a vida não se originou na terra mas fora semeada na terra, propondo que uma inteligência extra-terrestre superior semeou a vida na terra em seus primeiros estágios e que esta foi evoluindo em cadeia desde então.

Cristais e Alienígenas não remontam a ciência e sim filmes de ficção científica e folclore.

Comparativo Entre as Áreas Abordadas

Pra sabermos se a evolução está correta e de acordo com a ciência devemos saber primeiramente o que é ciência.

Definição que possui grande abrangência de aceitação nos campos científicos:

CIÊNCIA

“Ciência é um ramo de estudo ligado a um corpo de verdades apresentadas com fatos, classificados sistematicamente e apresentados sobre leis gerais e que incluem métodos que possibilitem as descobertas de novas verdades dentro do mesmo domínio.”

Quais os métodos que a ciência utiliza? A Observação, a Experimentação, a Formulação de Hipóteses, Previsibilidade e Controle. A observação e a Experimentação são os pontos chaves do método científico, sem eles não pode haver ciência.

Analisaremos então o Criacionismo:

CRIACIONISMO

“Existe um Deus que criou todas as coisas, houve um ato de criação e um tempo de criação, um agente externo e anterior ao universo criou todas as coisas completas e acabadas, este agente externo é Deus.”

O método do Criacionismo é a Revelação da Palavra de Deus. Portanto a revelação não pode ser considerada ciência, nem tampouco o Criacionismo pode ser considerado ciência.

Os evolucionistas afirmam que a matéria é sempre eterna e dela se origina todas as coisas, até as vidas mais complexas. Que o presente universo é resultado do “Big Bang” decorrido a bilhões de anos atrás e que o processo da evolução é tão lento que não pode ser observado, logo, se não pode ser observado, não pode ser considerado ciência pelas definições apresentadas pelos próprios cientistas.

Vale lembrar que não existe a possibilidade de Observação dos Processos Evolutivos.

Vamos observar agora as evidências da natureza, as quais podem ser observadas e experimentadas. Vamos submeter idéias evolucionistas e criacionistas a estas evidências para que possamos chegar a alguma assertiva sobre a verdade.

Quatro Principais e Universais Leis da Ciência: (Evidências da Natureza)


1 – Lei da Biogênese – Vida somente provém de vida e um organismo vivo provém de outro semelhante.

·         Evolução: “A matéria inanimada inorgânica produz vida e até formas complexas”.
Segundo a lei de biogênese não é possível que o inanimado, que não tem vida produza o que tem vida.(Errado).

·         Criação: “Um Deus vivo criou seres vivos semelhantes”.
(Gênesis 1:26). Perfeitamente possível segundo a Lei da Biogênese. (ok).


2 – Primeira Lei da Termodinâmica – Lei da conservação da energia – A energia não pode ser criada nem destruída e que a quantidade total de energia no universo é sempre a mesma, a energia pode tomar várias formas, inclusive a massa, e que se pode transformar de uma forma para a outra.


·         Evolução: “A energia ainda está em expansão e em evolução”.
Segundo a primeira Lei da Termodinâmica não é possível, pois a quantidade total de energia é sempre a mesma. (Errado).

·         Criação: “Deus fez todas as coisas completas e acabadas”.
A quantidade de energia é sempre a mesma. Correto e de acordo com a Lei apresentada. (Ok).


3 – Segunda Lei da Termodinâmica – O Universo caminha de níveis organizados para níveis cada vez mais desorganizados. Toda a desordem que pode haver em um sistema altamente complexo tende a fazer com que este sistema caminhe de maneira decrescente. Toda a natureza está em descendência.

·         Evolução: “O Universo caminha de níveis desorganizados para níveis cada vez mais organizados, evoluindo neste sentido”.
De acordo com a segunda lei da termodinâmica esta afirmativa faz-se inversamente proporcional a Lei e portanto é falsa cientificamente falando.

·         Criação: “Deus fez todas as coisas completas, acabadas e perfeitas, quando o pecado entrou no mundo o sistema entrou em colapso”.
De acordo com a Lei apresentada.


4 – Lei da Causa e do Efeito – Nenhum efeito é quantitativamente maior e qualitativamente superior a sua causa – Nenhum efeito pode ser maior do que a causa.

·         Evolução: “Matéria inanimada (causa) vidas mais complexas (efeito)”.
Impossível, pois o efeito não pode ser maior do que a causa.

·         Criação: “Deus, Grande, Onipotente, Onisciente, Onipresente e Eterno, cria o homem, um ser com suas limitações”.
Deus (causa) maior do que o homem (efeito). Correto.


Outras considerações de acordo com a Lei da Causa e do Efeito:

A causa primeira do espaço infinito tem que ser Infinita.
A causa primeira do tempo infinito tem que ser Eterna.
A causa primeira da energia ilimitada tem que ser Onipotente.
A causa primeira das inter-relações universais tem que ser Onipresente.
A causa primeira das complexidades infinitas tem que ser Onisciente.
A causa primeira dos valores morais tem que ser moral.
A causa primeira dos valores espirituais tem que ser espiritual.
A causa primeira do amor humano tem que ser amorosa.
A causa primeira da vida tem que ser viva.

Estas afirmações acima estão para a matéria ou para Deus?


CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES SOB DOIS ASPECTOS


Criacionistas: Cada um segundo a sua espécie.
·         Se tentar cruzar espécies diferentes o híbrido, (produto deste resultado) não tem capacidade de auto-reprodução. (abordagem científica).

Evolucionistas: Uma espécie origina várias outras diferentes.
·         A partir da matéria inorgânica, por uma questão de seleção natural, mutações, transmutação de espécies, se chegaram as formas de vidas mais complexas e que os registros fósseis afirmam realmente ter havido uma evolução das espécies e que o homem e o macaco são originários de um mesmo ancestral.


Vejamos então o que são fósseis.

Fósseis são plantas e animais soterrados que depois de muitos anos são sedimentados e transformados em rocha.

Se houvesse evolução o registro fóssil teria de se apresentar com formas de vidas menos complexas, mais antigas do que formas de vidas mais complexas, neste sentido, havendo uma evolução. Só que o registro fóssil mostra formas de vida mais complexas mais antigas do que formas de vidas menos complexas atuais.

No registro evolucionista, vidas complexas aparecem de maneira abrupta (repentinamente) dentro do registro fóssil, quando teria (obrigatoriamente) de haver formas menos complexas próximas das complexas para que se comprovasse alguma evolução, porém estas novas formas aparecem de repente, ou seja, se há evolução, tem de haver as formas transicionais, isto é, as espécies de transição, o que também não existe no registro fóssil.

1.      Não existem registros de formas de transição entre protozoários e metazoários invertebrados;
2.      Não existem registros de formas de transição entre invertebrados e vertebrados;
3.      Não existem registros de formas de transição entre peixes e anfíbios;
4.      Não existem registros de formas de transição entre anfíbios e répteis;
5.      Não existem registros de formas de transição entre répteis e mamíferos;
Não existe nenhum registro fóssil disso.

As mesmas lacunas do registro fóssil são as mesmas lacunas encontradas na vida hoje. Você não tem hoje no mundo nenhuma forma de transição registrada, nem viva nem morta, ou sequer um registro fóssil delas.


Símios Primatas

Falemos sobre os Símios primatas. São tidos como provas de espécies de transição. Os fósseis mais completos achados são:

·         Homem de Neanderthal – Achado em 1856 no vale do rio Neander na Alemanha. Durante muito tempo se pensava que ele era o primeiro primata da escala evolutiva, mais tarde provou-se que ele era tão humano quanto qualquer um de nós e que a única diferença é que ele sofria de raquitismo. (Prova Científica);

·         Homem de Cro-Magnon – Encontrados registros fósseis na França, Espanha e em partes da Europa. Mais bem dotado e mais forte do que o homem moderno e com uma capacidade cerebral maior do que o homem moderno. Aonde fica a evolução neste caso? Se houvesse evolução o homem moderno teria de ser mais forte. E este não tinha nenhuma característica de símio ou primata, era portanto humano comum. (Prova Científica);

Após isso vieram alguns desencontros e fraudes:

·         Ramapithecus – Foram achados fragmentos da mandíbula inferior e alguns dentes deste Ramapithecus. Em 1961 o Ramapitecus foi destronado como suposto primeiro homem e em 1982 passou a ser considerado um mero parente extinto do Orangotango (Roger Lewin, Bones of Contention, pg.86). Foi constatado que atualmente na Etiópia um gênero de Babuíno com dentição e maxilares com as mesmas características.

·         Homem de Pitdown – Durante mais de 40 anos em livros científicos, aceito pela comunidade científica internacional de que este era uma das três mais importantes provas da evolução, até que em 1953 com técnicas mais avançadas se descobriu que colocaram ossos humanos e de macacos juntos e envelheceram quimicamente. Pegaram dentes da arcada inferior de chimpanzé e limaram para parecer com ossos humanos e juntaram a fragmentos de um crânio humano. FRAUDE COMPROVADA.

·         Homem de Nebrasca – Apenas um dente achado, Henry Osborn recebeu um dente encontrado em depósitos de Plioceno no estado de Nebraska em 1922. O diretor do Instituto de História Natural dos Estados Unidos (Osborn), chega a conclusão “aqui está de fato a ligação que comprova que somos descendentes dos macacos”. Na época a revista científica “Illustrated London Daily News” Londres, conseguiu desenhar o Pai, a mãe e os filhos deste Homem de Nebrasca, a partir de um dente. (Nem Steven Spilberg tinha tanta imaginação). Mais tarde em 1927 se descobriu que aquele dente era de uma raça de porcos (peccary), já extinta. FRAUDE COMPROVADA.

·         Homem de Pequim – Fragmentos de esqueleto humano achados em escavações perto de Pequim em 1929. Após seu estudo em 1941 deram-se por perdidas todas as evidências deste achado e os estudos não foram conclusivos.

·         Homem de Java – Fósseis descobertos em 1891. Seu descobridor Cientista Francês Eugene Dubois. Ossos encontrados a 12 metros de distância dos fragmentos do Homem de Java são analisados por cientistas e chega-se a conclusão de que provém de um homem moderno. Dubois desmentiu logo em seguida dizendo que não se tratava de nenhum ancestral do homem.

Vários achados de fragmentos de fósseis tem dado margem a mentiras, enganos e fraudes no mundo todo.


Mutações

As mutações não podem produzir evolução porque:

1.      A mutação causa desordem e não ordem;
2.      A mutação diminui a complexidade dos organismos;
3.      A mutação faz o organismo decrescer e causa entropia, desordem no organismo.


O Código Genético

Em 1856 Mendell descobre o código genético.
Características de uma espécie são transmitidas para gerações futuras da mesma espécie apenas.
Cada espécie foi programada para produzir a própria espécie e não o contrário.
Cada um segundo a sua própria espécie.
De acordo com o código genético não existe a possibilidade de haver evolução, pois cada espécie somente pode produzir a sua própria espécie.

O Projeto Genoma Humano

Antes mesmo do projeto pensavam que cada homem era originário de um primata de sua região, ou seja, o homem da África era originário de um primata comum da África, o homem da Ásia era originário de um primata comum da Ásia e assim por diante.

O projeto Genoma chega a conclusão que todos os homens são provenientes de um ancestral comum localizado geograficamente na África, possivelmente nas proximidades da mesopotâmia (região geológica aonde a Bíblia afirma ser a localização do Jardim do Éden).

Criação: Deus fez Adão e a partir dele vieram todos os homens.
Nota Científica: Jornal o Globo de 25 de dezembro de 2002, Coluna: Ciência e Vida, “O verdadeiro Adão viveu na África, cientistas sustentam que toda a humanidade descende de um ancestral comum.”

 Relato do Dr. Richard Dawkins

Um dos homens mais reconhecidos e renomados no que tange a defesa do evolucionismo e ataque ao criacionismo na atualidade, Dr. Richard Dawkins, que afirma crer que a crença em Deus é uma superstição primitiva, diz que a terra foi criada por um processo muito lento, o qual ninguém sabe como começou, mas acredita que este processo se iniciou com a primeira molécula auto-replicativa, porém quando questionado como esta molécula apareceu na terra ele afirma que não há como saber. Continua sua narrativa dizendo que é possível que em algum momento no tempo, em algum lugar no espaço, uma civilização alienígena tenha evoluído, provavelmente por algum tipo de processo darwiniano (evolutivo) até um nível de tecnologia muito elevado e tenha desenhado uma forma de vida e que eles tenham semeado, talvez, neste planeta e, que esta é uma possibilidade intrigante. Dawkins acredita que se olharmos através da Química e da Biologia molecular, poderemos achar algum tipo de assinatura deste designer que poderia ser de uma inteligência superior de algum outro lugar no universo. Diz ainda que esta inteligência superior teria surgido por um processo que poderia ser explicado em última instância.

Neste relato não identifica-se nenhuma análise ou inferência científica, somente abordagens de teorias baseadas na possibilidade, porém até o Dr. Richard Dawkins crê num Designer ou, melhor dizendo, num Criador, desde que este não seja Deus.

Se analisarmos os artigos Evolucionistas segundo as balizas da ciência, veremos que não existe nenhuma base científica neles, exemplo:

·         Formas de vida iniciais de organismos desconhecidos
·         Através de produtos químicos desconhecidos
·         Numa atmosfera de composição desconhecida
·         Sob condições desconhecidas
·         Que cresceram numa escala evolutiva desconhecida
·         Por processos desconhecidos
·         Com evidências desconhecidas

A biociência prova que é impossível haver evolução;
As Geociências provam que nunca houve evolução no passado;
Toda a verdade científica baseada em leis físicas provam a impossibilidade de haver evolução.

Vídeos / Análises Científicas

Para aqueles que ainda permanecem carentes de mais confirmações científicas sobre a refutação completa do evolucionismo, recomendo verem com seus próprios olhos os relatos descritos e apresentados na seqüência de vídeos abaixo, construídas e evidenciadas pelo Dr. e pesquisador Ben Stein.

Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 01
http://www.youtube.com/watch?v=P8hIlSWBAHU&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 02
http://www.youtube.com/watch?v=QKJDRX_G0sM&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 03
http://www.youtube.com/watch?v=V1nO-hDpsuM&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 04
http://www.youtube.com/watch?v=TdcbZQqcWqE&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 05
http://www.youtube.com/watch?v=7HOjqKApfFU&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 06
http://www.youtube.com/watch?v=U6Gk77lqTSc&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 07
http://www.youtube.com/watch?v=pN9HyFYoeR8&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 08
http://www.youtube.com/watch?v=I2KJf_vo9LI&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 09
http://www.youtube.com/watch?v=pp9FylAHnYI&feature=related
Expulso – A Inteligência não é permitida – A teoria da Evolução Refutada – Parte 10
http://www.youtube.com/watch?v=qppVMOscPkQ&feature=related


Simples Obra do Acaso – Coincidência ou não?

Podemos crer que tudo isso que vivemos é obra do acaso (Big Bang) ou podemos crer que tudo é obra de um Criador, verdadeiramente acreditaremos no que quisermos, porém devemos trabalhar para que todas as visões sejam estudadas sem radicalismos ou ataques infundados.

Algumas considerações finais para analisarmos se a nova vida é obra de uma evolução que ocorreu do simples acaso:

·         A rotação da terra, que é o tempo que ela gira em torno de seu próprio eixo, dura 24hs, se este tempo fosse diminuído em 1 décimo os dias seriam 10 vezes mais longos e as noites seriam 10 vezes mais longas, ou seja, durante o dia o sol queimaria toda a vegetação e o que sobrasse seria congelado pelas fortíssimas temperaturas negativas a noite. OBRA DO ACASO o tempo de Rotação da Terra?

·         O Planeta Terra está a uma distância adequada do sol para a vida animal e vegetal, se nosso planeta estivesse a uma distância de Vênus e Mercúrio toda a vida na terra seria destruída pelo calor e se o Planeta terra tivesse na distância de Marte ou Plutão seria tão congelada que seria impossível vida no planeta. OBRA DO ACASO a distância da Terra para o Sol?

·         A Atmosfera terrestre possui uma espessura ideal para suportar as chuvas dos milhares de meteoritos que penetram nela o tempo todo a uma velocidade de 45km por segundo ou 162mil km por hora. Se a atmosfera não tivesse a densidade que tem, nosso planeta todo o dia receberia um bombardeio de meteoritos e seria fatal para toda a vida na terra. OBRA DO ACASO a densidade da Atmosfera?

·         A Lua está a uma distância da Terra de 384mil km, caso a distância fosse de 80mil km da terra as mares que são inofensivas inundariam o planeta duas vezes ao dia. OBRA DO ACASO a distância da Lua para a Terra?

·         Se a terra tivesse o mesmo tamanho da Lua em diâmetro, não teria capacidade gravitacional para segurar as águas e nem tampouco a atmosfera. Se a terra tivesse o dobro de seu diâmetro a pressão atmosférica seria tão violenta que dificilmente haveria vida no planeta. OBRA DO ACASO o diâmetro do nosso Planeta?

O Dr. Robert Clark, PHD em bioquímica pela Universidade de Cambridge, no seu Livro “Universo, plano ou acidente” afirma: “É impossível, (quando você olha para a química, para a física, para a biologia, para a astronomia), entender o universo como obra do acaso, mas sim entendê-lo como obra de engenhosidade e projeto deliberado”.

Izaías 45:12 “Eu fiz a terra e criei nela o homem, eu o Senhor o fiz, as minhas mãos estenderam os céus e a todos os seus exércitos dei as Minhas ordens.”


ID – Inteligent Design ou Desenho Inteligente

A grande maioria dos cientistas na atualidade é contra o evolucionismo e defende o ID – Inteligent Design ou Desenho Inteligente. Esta nova teoria científica aponta para a origem das espécies, não como obra do acaso ou simples evolução a partir de uma sopa protéica (como defende o evolucionismo), porém aponta para o fato de que a criação (origem) se deu através de um designer anterior a tudo, que introduziu a vida (ou ao menos a vida primitiva) na terra. Muitos destes cientistas do Design Inteligente acreditam que este Designer pode ser Deus.


Cientistas perseguidos por evidenciarem fatores contra a Evolução:

Dr. Stephen Meyer               *Professor de História e Filosofia da Ciência (Phd)
Dr. Richard Sternberg          *Biólogo Evolucionista - Pesquisador
Dra. Caroline Crocker          *Bióloga – Professora Universitária
Dr. Michael Egnor                 *Neurocirurgião – Pesquisador
Dr. Robert J. Marks               *Engenheiro Eletrônico e Comput. – Professor e Pesquisador
Dr. Guillermo Gonzáles         *Astrônomo – Pesquisador
Dr. Bruce Chapman               *Jornalista – Presidente do Discovery Institute
Dr. Paul Nelson                      *Filósofo e Professor - Phd
Dr. William Albert Dembski  *Matemático (Phd) e Filósofo (Phd)
Dr. Jonathan Wells                *Biólogo Molecular (Phd) – Professor de Estudos Religiosos (Phd)
Dr. David Berlinki                  *Biólogo Molecular – Matemático e Professor de Filosofia (Phd)

Estes nomes são apenas a ponta do iceberg. Estes e outros cientistas são demitidos de seus cargos e perseguidos em todo o mundo por apresentarem evidências contra a evolução. Estas circunstâncias provam que a “ditadura científica” de se fechar obrigatoriamente para a teoria criacionista (mesmo que em exposição científica), está criando um muro de proteção em volta do Evolucionismo com vistas a preservá-lo como ciência. Porém a ciência moderna apresenta vários buracos neste muro que irá – certamente – ruir. É isto é apenas uma questão de tempo, pouco tempo.


P.S. Meus agradecimentos as fontes que utilizei como pesquisa e, em alguns casos, transcrição de trechos:

- Pregação Pastor Silas Malafaia – Assembléias de Deus;
- Pesquisa Dr. Ben Stein – Pesquisador U.S.A.;
- Pesquisa Discovery Institute;
- Pesquisa Projeto Genoma;
- Pesquisa Revista Veja;
- Pesquisa Jornal O Globo;
- Pesquisa Organização das Nações Unidas;


Gleysson Salles
Teólogo e Mestre em Apologética